“Voltamos a ser criança!”, com o sorriso no rosto e felicidade de quem está se formando, dona Cleice Magalhães Sobral recebeu nesta quarta-feira (04) o certificado de conclusão do curso de Dança de Salão da Universidade da Melhor Idade (UAMI), projeto mantido pela Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), há 17 anos. No clima “julino”, com decoração caipira, 38 formandos se vestiram à caráter, e receberam os diplomas em Dança de Salão. “Estamos muito felizes com essa formatura. Dançar é muito bom, a gente esquece todos os problemas da vida. Este projeto da FASB é maravilhoso. E para comemorar, trouxe a família, netos, genro, todo mundo aí para acompanhar a nossa apresentação”, enfatizou.

 Com decoração montada especialmente para receber amigos e familiares, o Clube ABCD em Barreiras, foi palco do evento que encerrou as atividades de 2018 da UAMI. Para a acadêmica de Educação Física e professora de dança Vânia Alves, que atuou pelo segundo ano no projeto, é sempre um aprendizado trabalhar com os idosos. “A gente utiliza atividades física, coordenação motora e a dança de salão. É um projeto lindo, muitos participantes chegaram tímidos, tristes ou com características de depressão, e com o tempo foram se desenvolvendo, e hoje são pessoas alegres. Eu saio do projeto muito bem, pois contribuí para alegrar essas pessoas”, evidencia.

 Antes do protocolo do recebimento do diploma, os alunos fizeram coreografias em uma grande quadrilha junina. Com celulares e câmeras nas mãos os familiares e amigos prestigiaram a desenvoltura, no ritmo de forró e o sorriso estampado no rosto.  “Eu achei maravilhoso, porque além de interagir com outras pessoas, aqui a gente ‘desestressa’, as vezes chegamos com a cabeça cheia, adorei tudo e vou recomendar para outras pessoas”, afirmou a participante Edicélia Afonso de Araújo.

 UAMI - Desde 2001 a UAMI oferece cursos especiais às pessoas a partir dos 50 anos de idade como forma de promover a atualização de conhecimentos e a socialização. A coordenadora de Pesquisa e extensão da FASB, Emília Amaral disse que este ano, pela primeira vez, além da dança participantes receberam conteúdos específicos. “Eles estudaram conteúdos teóricos sobre a saúde funcional, mobilidade, equilíbrio e a dança de salão em si. E a cada ano, a gente tem conseguido uma demanda crescente de idosos de Barreiras. Este é um projeto totalmente social, que visa atender a melhor idade. E nos últimos quatro anos a gente trouxe o projeto para o do Clube ABCD”.