Na sexta-feira (09), o agrônomo e professor Flávio Lopes, da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), ministrou uma palestra para estudantes do ensino médio do Colégio Enigma, sobre geografia agrária. Os estudantes acompanharam, durante o encontro, o histórico da ocupação do solo desde o descobrimento do Brasil até os dias atuais, com ênfase na produção agropecuária. Foram abordadas, também, as principais características do meio rural, para possibilitar a percepção dos impactos da ação humana, mudanças na vegetação, ocupação do espaço pela agricultura de subsistência e a produção em larga escala. Os conflitos no campo, motivados por disputas fundiárias também foram debatidos com grande interação entre o educador e os alunos.

“Para termos uma cidade desenvolvida precisamos ter um setor agrícola que propicie a produção de alimentos, biocombustíveis, serviços e bens de consumo que levem à geração de renda. Independentemente de o aluno optar ou não por fazer agronomia, é importante que ele tenha noção da importância dessa área para a sociedade. Pela participação intensa dos alunos eu percebi que esta turma entende muito bem a relevância desse setor tão essencial”, disse o palestrante.

O jovem Eduardo Capitani, aprovou a aplicação do conteúdo. Ele disse que é importante para todos compreender a relação entre a produção e o consumo de alimentos no mundo de hoje, porque há um crescimento populacional muito forte. “Temos vários problemas, nesse sentido. Um deles é o aumento da população e a necessidade de encontrarmos formas de produção para suprir essa demanda por alimentos que vem aumentando. O outro é a questão social, porque a desigualdade pode piorar ainda mais a situação, com menos gente produzindo e mais gente precisando se alimentar. Com a chegada de tecnologias agrícolas que já estão em uso, esses problemas podem ser resolvidos”, refletiu.

Outro estudante, Pedro Moraes, opinou sobre a necessidade da discussão sobre o tema e relembrou os pontos mais interessantes, para ele, dentro da palestra. “A gente conhecer o estudo da agronomia, o estudo da terra, é muito importante. Ajuda a saber de onde vem o alimento que estou consumindo, de que forma ele está sendo produzido, se essa produção é sustentável, de modo que assegure o suprimento das próximas gerações, então, é fundamental. Outros pontos que achei interessantes foram: a influência das commodities no aumento de preços, plantations – que é um sistema de produção agrícola baseado em uma monocultura de exportação com utilização de mão de obra escrava - e os problemas sociais decorrentes da produção no campo”.