Oferecer ensino de qualidade é a principal meta da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB) desde o início de suas atividades, quase duas décadas atrás. Os números comprovam os altos índices de aprovação de alunos de diversos cursos da instituição em exames e concursos. Um dos exemplos desta bem-sucedida iniciativa é o curso de Ciências Contábeis, que, em 2018, teve 21 alunos aprovados no Exame de Suficiência Contábil, realizado em 23 de setembro, pelo Conselho Regional de Contabilidade (CRC). O número representa o dobro de aprovados, em relação ao ano anterior. A aprovação no Exame é um dos requisitos para a obtenção do registro, homologado pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), que autoriza o profissional a atuar no mercado de trabalho.

“Nós temos uma composição favorável a esse sucesso no exame e na profissão: um colegiado de professores capacitados, que gostam de estar na sala de aula, gostam de ajudar o aluno; temos também duas turmas de Ciências Contábeis formadas por pessoas dedicadas e uma estrutura física que favorece o ensino”, disse Ginda Klaus, coordenadora do curso. “Eles terão uma vasta área de atuação e com a conclusão do curso estarão prontos para buscar e encontrar seus caminhos”, apontou a docente.

Andressa Afonso, estudante da FASB residente em São Desidério, conta um pouco sobre as dificuldades enfrentadas na graduação e os apoios que recebeu para alcançar êxito nos estudos. “Além das dificuldades relativas aos estudos, que exigem muita atenção e ocupam boa parte do nosso tempo, tive também que, paralelamente, trabalhar e me deslocar diariamente da minha cidade para estudar em Barreiras. Mas a gente tem que se esforçar, por isso cheguei até aqui. Tive o apoio dos professores, que são ótimos, e da FASB, que é uma instituição de um nível excelente. Pretendo me especializar, inclusive, verifiquei que há um curso de pós-graduação do meu interesse”, indicou.

Cada estudante enfrentou desafios e, hoje, consideram as dificuldades como necessárias para fortalecer a preparação para a vida profissional e pessoal. “Minha trajetória é marcada por lutas e vitórias. Entre as duas turmas sou o aluno mais velho. Já trabalhava em outra área, mas decidi migrar para a Contabilidade. Sou casado e tenho família, e isso representa uma dificuldade maior para a gente mudar de rumos. Mas nesses quatros anos me dediquei ao extremo, e agora sou premiado com essa aprovação. Só tenho a agradecer à FASB e os colegas, que foram muito importantes nessa jornada”, agradeceu, Egberto Nogueira Souza, que aos 40 anos conquista a oportunidade de trabalhar, como profissional especializado, na área que mais lhe interessa.