O Centro de Promoção Humana Eugênia Ravasco, projeto socioeducativo instalado pela Congregação das Filhas dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria no bairro Vila Rica, que atende 175 meninas entre cinco e 17 anos, recebeu, na tarde desta quarta-feira (17), acadêmicos do curso de Fisioterapia da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB). Os estudantes, integrantes da Associação Atlética de Fisioterapia Víboras, levaram ovos de Páscoa para as crianças e realizaram animadas brincadeiras e coreografias. Com o intuito de promover o desenvolvimento da mulher como pessoa relevante na sociedade, o projeto oferece aulas de reforço e orientação escolar, aulas de música, com violão e piano, dança e curso de trabalhos manuais: vagonite, ponto cruz, pintura em tecidos e crochê.

A coordenadora do projeto, irmã Jadeíres Carneiro dos Santos, disse que “a presença dos acadêmicos da FASB reforça, de forma marcante, os ensinamentos que são repassados no dia a dia do projeto”, ela comentou ainda, que espera por visitas de alunos de outros cursos da instituição. “É sempre bom receber visitantes que venham com uma boa mensagem, que tragam algo a ser aproveitado por essas meninas. Aqui, elas são preparadas para a vida, para que compreendam a importância da mulher na sociedade e na família. A atividade de hoje deu mais brilho à nossa Páscoa”, acrescentou.  

“Me sinto realizado e renovado com essa visita ao projeto. Houve um empenho tanto da Atlética, quanto do corpo estudantil do curso de Fisioterapia da FASB, e conseguimos proporcionar esse momento de alegria, sorrisos e animação nesta tarde aqui na Vila dos Funcionários. Isso nos motiva a ser mais solidários e pensar mais no próximo. A humanização, que tanto se fala na área da saúde, começa aqui, no período acadêmico, com a prática de ações que desenvolvem nossa capacidade de relacionamento com as pessoas”, declarou Elói Samuel, presidente da Associação Atlética.

O professor Diogo de Sá acompanhou os acadêmicos e participou das atividades. “Procuramos, durante o ano, fazer ações sociais específicas. Avaliamos e decidimos contribuir com esse projeto de qualidade tão reconhecida, então viemos passar uma tarde de lazer e alegria com as crianças. Trouxemos um ovo de chocolate para cada um, mas o nosso principal motivo é transmitir para eles o real significado desta data especial que é a Páscoa”, disse.