Os cursos de Produção Audiovisual e Educação Física do Centro Universitário São Francisco de Barreiras (Unifasb) realizaram na última sexta-feira (02), uma live, com a artista baiana Aila Menezes com ênfase aos aspectos do cenário da produção cultural no Estado da Bahia. O encontro reuniu estudantes, professores e assessores da artista e foi mediado pelos professores Valério Vilela, Gledson Rocha e Carolina Adam. Foram duas horas de muita motivação e conversas por meio de perguntas e respostas com os alunos participantes.

Além de artista, Aila também é modelo Plus Size e Influenciadora digital com vídeos que chegaram a 20 milhões de acessos. Nas redes sociais a artista milita a favor da diversidade de gênero, do empoderamento feminino e no combate a gordofobia. Aila se destaca ainda como cantora, bailarina e compositora. Em Salvador onde mora, trabalha com projetos culturais e faz da música uma forma de reduzir as diferenças construir um mundo mais igualitário.

A artista falou sobre algumas situações desafiadoras nesta época de pandemia e desabafou narrando superações pessoais ligadas a problemas emocionais, relacionamentos e fatos maldosos na internet. “Ser artista já difícil pela aceitação da sociedade, agora eu lanço minhas ideias e tento vender meus produtos, pela internet, a pandemia escanteou os artistas”, disse ao falar de estratégias que utiliza para conduzir e empreender seu próprio caminho sem depender de conglomerados artísticos. 

Para o coordenador do curso de Produção Audiovisual, Professor Vandré Vilela, o objetivo das lives têm sido aproximar os estudantes com as realidades locais-regionais e até mesmo nacionais, quanto ao segmento da produção audiovisual.