O Curso de Direito do Centro Universitário São Francisco de Barreiras (UNIFASB), edita, desde 2013, a Revista Campo Jurídico, um periódico semestral que aborda temas nas áreas Agroambientais e Teorias do Direito e utiliza o método de revisão por pares – onde os artigos são submetidos a avaliação de especialistas. Em 2020, a publicação passou por uma reformulação na busca por maior indexação para pleitear um “Qualis” maior, que é a avaliação do conteúdo. Agora, neste mês de fevereiro, o periódico recebeu o status de publicação científica, conquistado por poucas revistas do Brasil, o indexador Scopus.

Atualmente a revista possui 12 indexadores e agora, passa a incorporar o mais importante da base internacional que é a plataforma Scopus  o maior banco de dados com revisão por pares, que abrange mais de cinco mil editoras.  De acordo com a coordenadora do Curso de Direito, Cristiane Pacheco, “ a revista sempre teve um rigor muito grande, justamente por já pretendermos atingir essa plataforma da Scopus, a relevância internacional é muito grande. Temos até um conselho editorial internacional, o que aumenta a segurança no rigor das publicações”, afirma.

O doutrinador italiano e membro do conselho editorial da revista, Manuel Masseno destaca que a Campo Jurídico, passou a integrar um dos principais índices acadêmicos internacionais. “Tornou-se mais relevante publicar na Campo Jurídico que possui o índice Qualis B4 do que em um periódico Qualis A1”, comemora.  A conquista representa importantes resultados para os programas de Pós-Graduação brasileiros e fundamentalmente para a área do Direito e Direito Agroambiental.

A Revista Campo Jurídico adota boas práticas editoriais, de acordo com normas internacionais. A gestão editorial é gerenciada por meio do programa Open Journal Systems (OJS), um software desenvolvido pela Universidade da Colúmbia Britânica, uma das mais bem-conceituadas universidades do Canadá. Outro destaque é que os artigos poderão ser submetidos em português, inglês, espanhol e francês. Orgulho para a instituição e conquista para os acadêmicos de Direito.