GESTÃO NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: DESAFIOS PARA O (A) ENFERMEIRO (A).

Daniela Rosa Gomes, Aline Abreu, Márcia Machado, Daiene Rosa Gomes, Mússio Pirajá Mattos

Resumo


A Implantação do Sistema Único de Saúde (SUS) em 1988 abriu espaço para discussão sobre gestão, através da proposta de descentralização político-administrativas das ações e serviços de saúde. Em 1994, o Ministério da Saúde criou o Programa de Saúde da Família, a fim de possibilitar à população o acesso aos serviços e reafirmar os princípios de universalidade, equidade e integralidade da atenção da saúde. O presente estudo tem como objetivo identificar e relacionar os conhecimentos e habilidades necessárias ao enfermeiro no gerenciamento das ações na Unidade de Saúde da Família (USF). Trata-se de uma pesquisa bibliográfica descritiva com abordagem qualitativa, constituída de artigos científicos acerca da temática administração e gerência de enfermagem nos serviços de saúde. Constatou-se que o papel do gestor da USF é de fundamental importância, pois, esta representa uma das portas de entrada do usuário ao SUS, na qual as ações de saúde devem ser prestadas com agilidade, qualidade, equidade e integralidade. O gestor necessita de conhecimentos e habilidades nas áreas de saúde e de administração, fazendo-se necessário uma visão global do contexto no qual está inserido, sendo capaz de identificar, analisar e conduzir as possíveis dificuldades que possam interferir na assistência ao usuário, interagindo em equipe para o bom andamento do serviço, garantindo aos prestadores de serviços e usuários ambientes tranquilos e qualidade na assistência.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.