VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES: INCIDÊNCIA E PERFIL DAS VÍTIMAS EM UM MUNICÍPIO DO OESTE BAIANO

Carine Jamile Feitosa da Silva Maia, Hortência Rebeca Matos Nascimento, Keith de Almeida Bernardes Lopes

Resumo


Introdução: A violência doméstica é geralmente caracterizada por abuso do poder disciplinador e coercitivo dos pais, ou responsável. Todos os dias novos casos surge na mídia, e na maioria das vezes os principais agressores suspeitos são os pais e padrastos. Algo que chamou atenção e despertou a curiosidade em saber a realidade no nosso município. Objetivo: Identificar a incidência da violência doméstica em crianças e adolescentes e o perfil das vítimas, segundo registros do Conselho Tutelar de um município do Oeste Baiano Método: Trata-se de uma pesquisa quantitativa, baseada em análise documental, de caráter descritivo e de cunho transversal. Os dados foram coletados através do instrumento do tipo CHECK LIST. A amostra foi constituída por 903 registros e destes 162 foram identificadas como violências associadas, estando mais de uma violência envolvida.  Resultado: O estudo apontou que as violências na forma pura somaram 741 casos, destes, 388 foram do gênero feminino e 353 do gênero masculino. A faixa etária mais acometida foram aquelas que compreendem de 0 à 11 anos com 554 casos (74,8%), e com maior proporção entre 0 e 7 anos com 388 casos (52,4%). Entre as violências denunciadas, a negligência apresentou o maior número de casos, compreendendo 531 (71,6 %). O local de ocorrência destas violências predominou nas próprias residências, 623 (84,1%). No que diz respeito aos agressores, foi constatado que o maior agressor foi a mãe, com ocorrência de 466 (62,9%). Conclusão: a violência doméstica em sua maioria acomete crianças indefesas, incapazes de viabilizar seu próprio alimento e cuidados pessoais, muitas ainda em fase de marcha impossibilitada quanto à locomoção; e pode estar relacionada ao fato da total dependência que têm dos adultos, principalmente dos genitores, que na grande maioria são os que cometem as violências no próprio seio familiar.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.